Acreditar

menina

Todos nós temos um grande poder: o poder de acreditar. Acreditamos em várias mentiras, em várias histórias inventadas por nós mesmos, acreditamos nas promessas que nos fazem.

Acreditamos na “Palavra”, na Santa Ceia e em promessas de salvação. Nós acreditamos. Acreditamos  nas pessoas, na verdade que elas emanam de seus olhos, no tom das suas palavras. Nós acreditamos no invisível, no oculto. Fazemos parte de algo que desconhecemos, mas que acreditamos existir. 

Acreditamos que nós podemos mais, que somos maiores que nossos problemas. E também acreditamos que somos nós os responsáveis pelo caos da nossa vida. Acreditamos que ter fé resolverá nossos dilemas mais urgentes, apesar de não nos entregar o alívio imediato. 

Acreditamos que crer ainda é o melhor remédio para as desilusões da vida. Cremos que somos maiores que as nossas inverdades cotidianas, que nossa comida é saudável e que nossos filhos são os mais capazes. 

Acreditamos que a vida, ainda que não seja bela, é totalmente nossa, liderada por nós e guiada por nossas intenções. Acreditamos que nós podemos fazer mais, que podemos ser mais, e que queremos esse “mais”. Porque a verdade é que nós gostamos de acreditar em tudo o que nos faz feliz. 

Só  falta acreditarmos mais em nós mesmos.

Fui! (acreditar mais em mim…)

Cris Coelho

A minha literatura é livre de estereótipos, padrões e convenções. Ela entrega poesia onde há cotidiano. E renova minha fé em mim e no mundo. Cris Coelho, Escritora & Poetisa