Skip to content

Ser Rico é Vergonhoso

abril 1, 2012

Vivemos em uma sociedade em que ser rico é vergonhoso. Do Brasil à Inglaterra, passando por Grécia, fazendo escala em Angola e chegando à África do Sul. Nos países em que a economia é, ou era mais estável, a crise recente faz com que novos hábitos sejam incorporados e, os que possuem grande patrimônio de heranças adquiridas ou trabalho bem sucedido se veem obrigados a esconder sua realidade. Nos países onde o nível de pobreza chega a graus absurdos, a discrepância entre quem não tem nada e quem tem muito é mais avassaladora e doída, como uma ferida exposta.
É triste ver crianças morrendo de fome, é triste ver pessoas se acotovelando em um lixão para tentar a sorte de encontrar algum lixo que valha a pena recorrer, é triste ver o tratamento desumano em hospitais públicos com pacientes morrendo por falta de estrutura… Tudo isso é muito triste. Mas, se o sistema democrático implantado nesses países é fraco ou errôneo, o resultado final não pode ser a destruição do patrimonio pessoal dos ricos através de impostos absurdos ou, ainda pior, o olhar acusativo e o tom de crítica comum ao povo abastado.
Se existem políticos corruptos? Claro que sim! Que gastam o dinheiro que deveria ir para o sistema de saúde ou cestas básicas? Claro que sim! Que roubam, roubam e só roubam? Claro que sim! Mas não podemos generalizar. Achar que todo rico provém de um tio político corrupto… Ou então, que todo sortudo de herança de família deveria abrir uma ONG e doar mais da metade do seu capital para os pobres só porque é um absurdo que ele tenha uma BMW e as crianças na Somália morram de fome. Simplesmente porque não é responsabilidade do “ricaço” saciar a fome do mundo ou prover medicamentos para a população necessitada. É responsabilidade dos ricos, da classe-média e dos próprios pobres contribuir para um mundo melhor, mas elegendo bem os representandtes do governos que vão controlar a máquina e não aportando o ódio sobre os que têm, em contraponto aos que não têm…
Na Europa a nova moda entre os ricos é andar de trem e viver em fazendas rústicas em um estilo de vida bem simples e tosco. É cool… Ou seria: é “prudente”?
O filho do Eike Batista? Se ele atropelou o pobre de bicicleta? Atropelou. Se tem culpa pelo acidente? Nao sei, pode nao ter culpa pelo acidente, mas com certeza culpado ele é… Culpado de ter nascido rico!!!
E eu? Vou correndo trocar o meu carrão importado por um basiquinho da Kia… Que mico se os meus amigos me veem esbanjando…. Fui!

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: