Gays Promíscuos

Sou totalmente a favor dos Gays. Do seu direito pleno de se relacionar com quem quiserem, de escolherem seu próprio destino, de serem felizes. Tenho amigos e familiares que são gays. Normal. Cada um com suas preferências. O que me aflige e me assusta é a forma com que alguns membros da “Comunidade Gay” estão se posicionando dentro da sociedade. A conduta exagerada focada no lado sexual é quase uma afronta a quem não pertence a esse grupo de gays agressivos… Entro em blogs gays e só encontro material pornográfico, parecendo que sairam de uma locadora de vídeos eróticos. Vejo novelas em que os gays são representados como “viadinhos afetados”, que existem sim, mas que não correspondem à totalidade de gays “normais”- pessoas que preferem se relacionar sexualmente com outras do mesmo sexo. Simples assim.
As alegorias linguísticas, difundidas em salões de cabelereiros e boates gays, ocupam um espaço precioso do nosso tempo verbal e transformam o nosso português cotidiano em um espetáculo “heterofóbico”. A sensaçao é de que existe uma “vingança” por anos de exclusão social que terminou por elevar a categoria de nação gay a um patamar de rebeldia e ignorância. Rebeldia porque assume uma postura impositiva à sociedade atual, abusando de gestos e parágrafos agressivos; ignorância porque não percebe, à luz da racionalidade, que exigir respeito sem provê-lo não resulta em nada. Pior, só ajuda a agravar mais o grado de separação entre os diferentes “mundos”.
Quem sofre com isso são os “gays normais”, pessoas que levam sua vida com a mais pura normalidade, trabalham, sao casadas ou têm namorados, viajam, têm filhos…. Vivem a sua opção sexual sem a necessidade de comentar sobre o seu “atributo físico” a cada 10 palavras nas redes sociais, sem a exposiçao de fotos eróticas ou qualquer manifesto ao prazer explícito. Essas mesmas pessoas educadas e éticas sofrem a consequência de um rechaço “natural” da sociedade ao ambiente composto por pessoas gays. Locais de trabalho acabam optando por pessoas héteras por considerarem candidatos gays “pouco estáveis emocionalmente”; leis sobre adoção para casais homosexuais são atrasadas e repensadas milhões de vezes devido à “conduta exagerada” de uma parcela promíscua de gays. Amigos e parentes têm mais dificuldade em aceitar a homosexualidade alheia pela associaçao direta (mesmo sem querer) ao retrato impresso pela mídia ao universo gay.
Ser gay não é bonito, é NORMAL. É tao somente uma mera opção sexual… Nao devia ser transformada (por alguns) em um motivo para assegurar uma exposição baixa, vulgar e promíscua. Afinal, uma pessoa bem resolvida sexualmente não necessita contar para o mundo quantas posiçoes consegue fazer na cama… Um beijo, por exemplo, é algo lindo com ou sem amor, mas um beijo com língua é algo lindo entre quatro paredes e não no meio da rua. E isso vale para os casais héteros ou gays.
Isso é uma questão, acima de tudo, de educação!

2 comentários

  1. Falou e disse, concordo em genero, numero e grau.
    Sabe, tive irmao homo, e tenho amigos, meu irmao era exarcebadamente promiscuo,
    Me assusta esse aspecto, tenho amigos que compartilho exatamente dessa ideia de que pode ser gay sim, mais tem de repeitar o próximo sempre. Vamos combinar que certas coisas fica feio em casal hetero e homo ainda mais em publico.

    Beijnhos irmazinha.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s