Skip to content

Aborto

outubro 29, 2012

 

 

Qual o valor da vida? O valor de criar um ser, de dar a luz, de conceber? Para muitos, o valor de uma vida é muito menor do que o valor de uma bolsa de marca, ou de um status. Pessoas são abortadas com a mesma naturalidade que mães abrem mão da sua maternidade em prol de um curso de administração ou de alguns anos a mais na competição pelo marido ideal. Assaltantes matam friamente os filhos criados com amor e terminam a história de vidas felizes em segundos. O sangue que corre nas veias dos escolhidos pela vida, se esvai nas mãos dos rejeitados pela sorte. E o equilíbrio natural entre desafortunados e sortudos se estabelece dentro das estatísticas possíveis de sucesso: 1 em cada 1.000 pessoas tem a sorte de não ser assassino nem ter um dos seus, assassinados. Quanto mais corremos, mais precisamos correr. Quanto mais nos fechamos em nossos castelos de grades, mais precisamos nos prender aí. E quanto mais sangue vemos correr ao lado, mais orações temos que fazer. Para agradecer. E para pedir proteção.
Proteção em um Mundo em que o aborto é cotidiano e a vida não vale nada…
Fui! (rezar!)

http://revistaepoca.globo.com/Sociedade/noticia/2012/10/jardel-alves-do-nascimento-dor-de-quem-fica.html

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: