Skip to content

Infraestrutura

junho 5, 2012

Image

Já aprendemos nas aulas de anatomia que as veias levam o sangue para todas as partes do corpo. Quando estão “entupidas”, colapsam. Se o problema for detactado a tempo, é possível recorrer a alguns reparos de “infraestrutura”, através da implantação de um cateter ou similar. Às vezes, é tarde demais. Assim acontece conosco. Quando algum ensinamento não chega ao seu local de destino, quando os valores são deturpados em uma casa sem lei.

Quantas crianças se perdem antes mesmo de chegar à fase adulta? O trânsito da vida pode ser muito mais complicado do que o que caminha dentro de nós. E é aí que nos damos conta de que tudo gira em torno da “Infraestrutura”. Não podemos nos aventurar em uma vida adulta sem uma rua bem asfaltada, com sistema de energia e escoamento. Não podemos abster-nos de um atalho pelo metrô ou de um momento relax em um café, em uma esquina. Para caminharmos a passos largos e firmes precisamos dela, da nossa “infraestrutura interna”. Se nos desorganizamos, nos perdemos. E achar o caminho de volta em uma cidade sem luz é muito mais difícil.

Por isso que uma base religiosa, seja ela qual for, é importante.  Por isso que uma bronca bem dada, às vezes, é necessária. Por isso que, muitas vezes, entender que não se pode tudo “sempre” é importante para conseguir quase tudo “depois”. E ainda assim, na maior parte das vezes, não chegamos lá. Faltou terminar a estrada…

Fui! (Pra minha obra de manutenção…)

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: