Manipulação

Image

A manipulação é uma das estratégias mais perigosas utilizadas como forma de coação psicológica. É uma arma nas mãos de pessoas mal intencionadas. Pior ainda é quando essa manipulação ocorre através de pessoas de boa fé, porém com problemas psicológicos, que são muitas vezes decorrentes de traumas insuperáveis guardados no fundo da alma.
Conheço um menino que é “abusado psicologicamente” por sua mae desde que a “dita cuja” foi largada repentinamente por seu então, marido. O trauma sentido por essa mãe desencadeou um desequilíbrio tão absoluto em seu ser que o seu comportamento passou a ser passional, obsessivo e compulsivo com relaçao ao fllho. O ódio por seu ex. passou a ser algo tao cotidiano em relação ao seu “hall de sentimentos” que, sem se dar conta, passou a manipular o filho com relação a atitudes e sentimentos que poderia ou não ter para com o pai. Esta manipulação pode, e muito provavelmente vai gerar, um desvio grave na formaçao desta criança.
Qualquer criança ou jovem que é submetido a algum grau de manipulaçao cria em seu íntimo feridas tao profundas, que em alguns casos nao se cicatrizam nunca.
Mas a manipulação não ocorre somente no nivel das crianças e jovens, ocorre também com pessoas adultas, formadas e “teoricamente” estruturadas. Também conheço casos de pessoas adultas que são como “escravos psicológicos” de seus amos. São tão dominados emocionalmente que se tornam alvos fáceis de se manipular. E de fato são muito bem dirigidos…
Por que essas pessoas se deixam dominar? Por milhães de diferentes razães e não necessariamente por serem “fracos”.
E como se livrar desse mal? O primeiro passo é identificar se existe alguma forma de manipulação nas suas atitudes ou sentimentos. Para isso, é necessário “apresentar-se a si mesmo” e começar uma auto-análise em busca das suas preferências e desejos. E boa sorte…

Leitura recomendada: Mentes Perigosas – de Ana Beatriz Barbosa Silva

Cris Coelho

A minha literatura é livre de estereótipos, padrões e convenções. Ela entrega poesia onde há cotidiano. E renova minha fé em mim e no mundo. Cris Coelho, Escritora & Poetisa