Pular para o conteúdo

Ilusões

fevereiro 24, 2016

Mulher-debaixo-dagua

Muitas vezes tenho a ilusão de que morri. Morri e morro todos os dias na minha ilusão.  A minha parte pior, aquela que não consegue evolir, morre sem piedade, mas a parte boa, aquela que ri sem parar de tudo o que é realmente bobo e desnecessário, essa parte também morre… E morrem as frases não faladas, as danças não dançadas e os abraços não dados. Morre ao meu redor toda a vida não vivida, de todos os dias em que optei por morrer.
Morro de desgosto do que vejo, e morro mais ainda quando prefiro não ver.
Morro pela cupla do que fiz de errado e, morro mais pela ansiedade do que “faria”.
Morro dentro de mim em todos os instantes que me imagino longe da minha essência. Sou menos possível aos olhos de quem me enxerga e mais real dentro das minhas ilusões.
Fui! (viver…)

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: