Bússola

mao

Por tanto tempo busquei suas opiniões, conselhos e aprovações. Queria ter a certeza dos meus atos, mesmo sem saber que a minha certeza nem sempre me traria a alternativa certa. Queria mais emoção para os momentos emblemáticos, e acabei me esquecendo que a emoção verdadeira muitas vezes está nos pequenos momentos. 

Queria seguir seus passos com meus próprios pés, para poder ter a sua glória estampada no seu sorriso orgulhoso de pai. Queria ser mais do que você, em uma versão melhorada e avançada, queria disseminar a maravilha dos seus gens adaptados ao meu mundo. E queria ser parte de tudo o que você acredita…

Foi por você que muitas vezes me desencontrei de mim e segui à risca seus conselhos, sem questionar ou parar. E foi também por você que muitas vezes fiz tudo ao contrário do que mandava seu manual, só para ter o prazer de confrontá-lo com uma nova realidade, a de que o meu Mundo não estava sob seu controle.

E depois de tantos anos consigo perceber que tudo o que fiz ou deixei de fazer não teve a mínima importância para você. Porque qualquer que fosse o caminho a conclusão seria sempre a mesma: que eu sou um pedaço de você, abastecido com muitos desejos e esperanças, e conduzido para ser muito, mas muito melhor do que a versão original.

Se eu fui?

Bom, aos olhos do meu pai com certeza sim…

Fui! (agradecer…)

Cris Coelho

A minha literatura é livre de estereótipos, padrões e convenções. Ela entrega poesia onde há cotidiano. E renova minha fé em mim e no mundo. Cris Coelho, Escritora & Poetisa