Não, obrigada

Não, obrigada. Não quero sair hoje. E também não quero receber ninguém na minha casa hoje. Não quero falar no telefone. Não, eu não quero concordar com a chata da sua mulher só porque é sua mulher… Não quero ter que mentir que o café estava ótimo. Na verdade, não quero é ter que tomar de novo esse café horrível. Não quero ser simpática nem querida. Não quero me vestir comportada em um biquíni GG só porque hoje a minha piscina vai estar cheia de gente… Aliás, eu não gosto daquele biquíni azul-turquesa que você me deu no natal do ano passado. Hoje é dia do não. Mas do “não, obrigada”. Porque, por mais antipática que eu seja no meu dia do não, sou sempre educada. Uma antipática educada. E não, não tem carnaval aqui na cidade onde eu moro…. Obrigada.       Fui!

Cris Coelho

A minha literatura é livre de estereótipos, padrões e convenções. Ela entrega poesia onde há cotidiano. E renova minha fé em mim e no mundo. Cris Coelho, Escritora & Poetisa

2 thoughts on “Não, obrigada

  1. Hehehe… É isso mesmo Luciana! A Maria Scarlet AMA Caernaval e está muiiiito irritada porque nao está curtindo… Vai ter que ficar na imaginaçao…. Beijos!!!

  2. Oieeeeeeeeeeeeeeeeeee,
    Realmente dá uma sensação terrível quando moramos fora nessa época de carnaval, simplesmente porque todos os nossos amigos postam em rede sociais tudo de mais legal que há no nosso país, e o pior nem podemos viajar, pois não é feriado no pais que vivemos.
    Hoje tb estou uma antipática educada. kkkkkkk.

    Beijos Cris, ou quero dizer Scarlat.

Comments are closed.