Pular para o conteúdo

Chatas, simplesmente… Chatas!

janeiro 13, 2012

Existem pessoas que são assim… Chatas! E não há nada que se possa dizer para justificar algumas chatices típicas e enfadonhas. Há vários tipos distintos de chatos, mas em geral podemos reconhecê-los imediatamente, a partir do momento em que começam a falar.
Os CP “Chatos Prepotentes” sao aqueles que, quando consultados (ou nao) por algum assunto, têm sempre o melhor conselho, a melhor solução, a melhor visão do todo. Essas pessoas estão sempre, dentro da sua percepção, um passo à frente de nós, “simples mortais”. A “inenarrável experiência sagrada de vida” que carregam é sua companheira íntima e “aquela modéstia”, sua pior inimiga.
Essas pessoas costumam ser prepotentes e donas da verdade. Talvez porque em algum momento lhes faltou um tratamento adequado, ou mesmo por falta de umas palmadas na infância… As causas podem ser várias e estarem escondidas em lacunas muito estreitas do seu passado, mas as consequências… Ai as consequências… Essas estão evidentes aos olhos de quem quiser olhar!!!
Essas pessoas “Chatas Prepotentes” ligam o “modo automático” e vão em frente… Se, sem interrupções, melhor ainda! Um exemplo de uma chatice sem fim é quando um grupo de amigos está reunido e, de repente, o tema declina para algum assunto de empregada e… Oba! A “chata” imediatamente começa a falar de diferentes métodos de limpeza de fogão, que se usar limão com sabao de coco o resultado é melhor… blá, blá, blá… O assunto se torna tão insuportável que discretamente todos focam em outro tema, corajosamente iniciado por um destemido ou “não-tão-íntimo”. A “chatonilda” entao direciona seu alvo para alguma pobre alma solidária que tímida ou educadamente nao desviou (ainda) a sua atençao… Fora o problema da prepotência em si, o que acontece com as pessoas chatas é que os seus assuntos são tão entediantes, tão sem graçao, tão sem “quórum” que não despontam o mínimo interesse em um ambiente social.
Há também uma categoria muito peculiar que é a dos CR “Chatos Reclamões”. Eles reclamam de absolutamente tudo!!! “O fulano é legal, mas…” O macarrão tá bom mas tem pouco molho”, “o evento tava legal, mas…” Todas as colocações levam um “mas”, tudo sempre deve ser melhorado e nada é bom pelo simples fato de que é bom. O simples está sempre muito distante do ideal. E muitas vezes até mesmo o “rebuscado” nao agrada… Imagina conviver intimamente com essa categoria de seres humanos??? Talvez por isso exista tanta traição amorosa nos dias de hoje… Pobre do homem que tem que aguentar uma “chatona” dessas em casa!!! Ou da mulher que tem que aguentar um “chato ranzinza” desses…
Desculpem a minha falta de diplomacia, mas conviver com representantes dessa população de chatos é, às vezes, irritante… Mas em algumas situações simplesmente não temos como fugir… Imagina, por exemplo, se uma grande amiga sua se casa com um chato irremediável? Não tem o que fazer! Ou tem: pararmos de falar mal dos “chatos prepotentes” e dos “chatos reclamões” para que nós mesmos nao sejamos classificados como um deles… Fui!!!

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: