Traição

Com gosto de bebida beijou minha boca. Senti em seu hálito um leve toque de outra mulher. Bebi seu néctar e entreguei mais que meu corpo; fui sua em todos os momentos em que você era de outra, e enquanto me tocava, era nela que você pensava…

Para continuar lendo o restante do texto Faça Login ou Cadastre-se.

Cris Coelho

A minha literatura é livre de estereótipos, padrões e convenções. Ela entrega poesia onde há cotidiano. E renova minha fé em mim e no mundo. Cris Coelho, Escritora & Poetisa

One thought on “Traição

  1. solom s. fernandes disse:

    Cris adoro tudo que você escreve!!! MUITO BOM!!! Sou seu fã!!! Beijossss, Solom.

Comments are closed.