Seu Corpo

Sento-me confortavelmente para admirar o espetáculo que é, seu corpo melado de suor e desenhado de desejo por todos os cantos arredondados que emolduram a superfície plena do seu ser. Delicio-me de prazer ao te ver rebolar, faceira, na cama que é nossa, mas que guarda um pouco mais do seu gozo delicado, que escorre por entre suas várias personagens, todas as vezes em que resolve mergulhar dentro de si…

Cris Coelho

A minha literatura é livre de estereótipos, padrões e convenções. Ela entrega poesia onde há cotidiano. E renova minha fé em mim e no mundo. Cris Coelho, Escritora & Poetisa

2 thoughts on “Seu Corpo

  1. thiagoreligioso disse:

    Enteressante

  2. thiagoreligioso disse:

    Enteressante

Deixe uma resposta