Sua Boca…

Sua boca consegue fazer com que eu me cale. Me calo com você dentro de mim, com a sua boca acariciando minha vontade; com sua boca lambendo meu tesão e com ela, devorando tudo o que há de mais libertino no meu corpo nu. Sua boca me acalma e me maltrata; ela me diz a hora de acordar para esse prazer insano que só você me traz e dita o ritmo que eu tenho que seguir para te acompanhar. Sua boca permite que eu acesse o lugar mais secreto do meu prazer e só ela transforma meu desejo em um gozo doído, com cheiro de saliva e gosto de intimidade…

Cris Coelho

A minha literatura é livre de estereótipos, padrões e convenções. Ela entrega poesia onde há cotidiano. E renova minha fé em mim e no mundo. Cris Coelho, Escritora & Poetisa