Quando estou com você…

Quando espero por você, espero molhada; quando você chega, já estou encharcada. Quando sinto seu toque bruto nas dobras do meu corpo escorregadio me estremeço de prazer; quando sinto sua língua nas minhas cavidades te convido a entrar, e quando você ameaça ir mais fundo dentro da parte mais privada do meu corpo eu digo sim com o meu olhar. Espero que você me deixe ainda mais molhada com o seu líquido e, quando você parece já ter cansado de usar o meu corpo, eu te convenço a ir além e tentar outras partes dele…

Cris Coelho

A minha literatura é livre de estereótipos, padrões e convenções. Ela entrega poesia onde há cotidiano. E renova minha fé em mim e no mundo. Cris Coelho, Escritora & Poetisa