Meu

Meu. É meu todo o seu tesão. É meu o seu desejo, o seu corpo, o seu calor. É meu tudo o que vem de você, com sabor salgado e cheiro doce. É todo meu o seu amor, demonstrado através do seu toque ou da sua permissão para as minhas entradas. É meu o seu universo mais oculto, aquele em que a sua verdade aparece nua, sem encenação e sem pudor.

Cris Coelho

A minha literatura é livre de estereótipos, padrões e convenções. Ela entrega poesia onde há cotidiano. E renova minha fé em mim e no mundo. Cris Coelho, Escritora & Poetisa