Estremece

Meu corpo se estremece de prazer só em olhar para você. O calor da sua língua em contraste com a pele áspera ao redor dos seus lábios me faz gemer de prazer. Espero ansiosa suas mãos grossas apertarem minha carne com brutalidade e com vontade. Sou totalmente sua e faço do meu corpo sua morada sempre que você sentir fome ou frio…

Cris Coelho

A minha literatura é livre de estereótipos, padrões e convenções. Ela entrega poesia onde há cotidiano. E renova minha fé em mim e no mundo. Cris Coelho, Escritora & Poetisa