Meu Piso de Porcelanato

Sempre que penso na minha vida penso em tudo que amo, mas não consigo deixar de lembrar de tudo que amei e deixei no caminho… piso distraída nas pedras de porcelanato embaixo dos meus pés, desenhadas com perfeição por algum funcionário mal pago de uma empresa contratada para concluir a obra do meu apartamento. Me lembro de ter pedido muito cuidado na colocação desse piso, como se minha rotina dependesse inteiramente dele para seguir seu fluxo. Fui criteriosa e cuidadosa com as pedras que se prestavam a, simplesmente, pisar.

Para continuar lendo o restante do texto Faça Login ou Cadastre-se.

Cris Coelho

A minha literatura é livre de estereótipos, padrões e convenções. Ela entrega poesia onde há cotidiano. E renova minha fé em mim e no mundo. Cris Coelho, Escritora & Poetisa