Lá Longe…

Lá longe está o teu corpo, que contemplo em um olhar sedento. Que imagino se virando em várias formas e poses, que recito em poesias a beleza das curvas e da pele macia, que limpa, espera pelo meu toque. Te vejo longe, distante, inacessível. Te vejo de longe e, mesmo sem poder te alcançar, te vejo pronta para mim. De longe te sinto perto de mim, dentro das minhas veias, que insistem em pulsar quando grito seu nome na minha mente suja e desordenada. Te penetro com toda a vontade do mundo, em silêncio e devagar, mesmo estando longe…

Para continuar lendo o restante do texto Faça Login ou Cadastre-se.

Cris Coelho

A minha literatura é livre de estereótipos, padrões e convenções. Ela entrega poesia onde há cotidiano. E renova minha fé em mim e no mundo. Cris Coelho, Escritora & Poetisa

4 thoughts on “Lá Longe…

  1. Pequenos Delitos Renovados disse:

    Cara Maria Poeta… adorei ler-te!
    Esse poema é sensacional…. cheio das nuances de uma mulher mutifacetada… que escreve com a pena da liberdade.
    Acho deselegante pedir visitas, mas gostaria de vê-la por lá!!!!
    Doce beijo!
    PDR

  2. Pequenos Delitos Renovados disse:

    Cara Maria Poeta… adorei ler-te!
    Esse poema é sensacional…. cheio das nuances de uma mulher mutifacetada… que escreve com a pena da liberdade.
    Acho deselegante pedir visitas, mas gostaria de vê-la por lá!!!!
    Doce beijo!
    PDR

Comments are closed.