Juntos

Juntos nossos corpos respiram em um mesmo compasso, transpiram emoção e estremecem de dor e prazer a cada novo gesto, a cada nova manobra… nossos corpos se completam toda vez que se juntam nus, inebriados pelo cheiro que exalamos e pela eletricidade que compartilhamos toda vez que nossos dedos tocam as partes mais íntimas e escondidas da nossa vaidade genuina. Juntos somos mais viris e verdadeiros; juntos suamos e nos cansamos, salivamos e bebemos nossos líquidos. Juntos entoamos o hino da nossa história, cheia de agudos e graves, melodias e frases… cheia de gozo, de prazer e de nós.

Para continuar lendo o restante do texto Faça Login ou Cadastre-se.

Cris Coelho

A minha literatura é livre de estereótipos, padrões e convenções. Ela entrega poesia onde há cotidiano. E renova minha fé em mim e no mundo. Cris Coelho, Escritora & Poetisa