Skip to content

História

Maria Eugênea Vasquez de Bragança, nasceu na Espanha no dia 13 de setembro de 1750, em uma família rica, de fé católica ortodoxa. Aos 14 anos foi explusa de casa, acusada de pecadora por ter sido flagrada em uma cena de sexo com o próprio tio. Aos 17 anos se mudou para Holanda e passou a chamar-se Maria Scarlet. Lá iniciou uma nova era de luxo e promiscuidade, onde criou o mais luxuoso e famoso bordel do bairro Red Light, o Bordel Scarlet. Teve uma única filha, que a chamou de Maria Luz. Viveu até os 58 anos de idade, vítima de tuberculose, contraída de um de seus clientes.

Até hoje, Maria Scarlet habita o imaginário masculino e a admiraçao de mulheres que sonham em um dia ser como ela: ousada, sarcástica e contemporânea ao seu tempo…

 

Anúncios
9 Comentários leave one →
  1. Bia permalink
    fevereiro 24, 2012 10:42 pm

    Gosto muito do blog, Cris!! Leio todos os artigos e tenho gostado muito. Parabéns!!! Bjssss

    • fevereiro 25, 2012 1:55 am

      Obrigada Bia! Depois me manda sua foto para que eu coloque na página Scarletianas e também como destaque como “Amiga da Maria scarlet”… Beijo!

  2. alcir permalink
    março 10, 2014 8:36 am

    Oi sou novo no seu blog Cris,
    mais estou adorando

  3. jose fernandes junior permalink
    abril 26, 2014 3:15 pm

    Oi
    Cris
    Sobre “A eterna briga entre o proletariado e a burguesia”
    Gostei muito de seu texto. Você é uma excelente cronista e sua alma é trepidantemente irriquieta!
    Que alegria poder ter tanta energia. Creio que viver é isso. Ter idéias e manifestá-las é um dom que nunca deve ser contido. Há muitos sentidos em exercitar reflexões. Veja como nos conectamos pelos pensamentos à pessoas de tantas gerações distantes de nós e por enormes lápsos temporais que são encurtados pela identidade. Elas estão então tão vivas em nossa alma. Não sei como Maria Scarlet “desceu’ em você, mas com certeza ela está bem acompanhada.
    Jr
    ICP Ucam

    • abril 27, 2014 5:05 pm

      Oi Jr! Que prazer ter a sua visita por aqui na casa da Maria Scarlet! Da minha parte me sinto feliz e lisongeada por ter tido uma visão política entendida, o que, em se tratando de política, é “filosoficamente” um tema controverso e, muitas vezes, desafidor. Mas uma alma de professor como a sua, que possui a rigidez da didática flexibilizada pela capacidade de entender diferentes visões e pensamentos, faz de você um ser “atemporal” e como eu, livre.
      Maria Scarlet te manda muitos beijos…
      Cris Coelho

  4. Antonio permalink
    agosto 2, 2014 2:59 am

    Esplêndida a história de Scarlet. Parece com a de Moll Flanders, sua contemporânea.

    • agosto 2, 2014 6:23 pm

      Que bom que você gostou Antonio! Seja bem vendo ao Mundo vermelho da Maria Scarlet!!! Beijos, MS

  5. outubro 29, 2014 11:26 pm

    Olá… adorei o blog, bjs!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: