Deixe-me Ir…

Quando chegar a minha hora, deixe que eu siga meu caminho. Não me impeça de buscar aquilo que preencherá o vazio que minha alma carregou por tantos anos e não dificulte ainda mais a minha despedida; saiba que eu vou feliz e que seguirei em paz se tiver a certeza de que você ficará bem sem a minha presença ao seu lado.

Para continuar lendo o restante do texto Faça Login ou Cadastre-se.

Cris Coelho

A minha literatura é livre de estereótipos, padrões e convenções. Ela entrega poesia onde há cotidiano. E renova minha fé em mim e no mundo. Cris Coelho, Escritora & Poetisa