Mãe

Mãe, minha mãe. Hoje me sinto mais forte e mais segura; me sinto mais capaz e mais determinada. Hoje sou eu quem reclama da bagunça na casa, quem regula a quantidade de açúcar e quem reza para pedir a proteção dos meus, toda vez que saem por essa porta.

Para continuar lendo o restante do texto Faça Login ou Cadastre-se.

Cris Coelho

A minha literatura é livre de estereótipos, padrões e convenções. Ela entrega poesia onde há cotidiano. E renova minha fé em mim e no mundo. Cris Coelho, Escritora & Poetisa

10 thoughts on “Mãe

  1. Muito obrigada!!! Sim, já conheço o blog e adoro! Vou seguir também! Bjs Cris Coelho

  2. Lindo e emocionante! Obrigada por compartilhar! Amei o texto! Vem conhecer nosso blog também, tenho certeza que vai gostar!

  3. Mariel,Você já leu o meu romance? se chama: “Promíscuo Ser de Partitura Finita”, da Editora Pandorga. Me envie o seu endereço que eu te encaminho um exemplar autografado! Meu whats: (11) 95025-4850. Te espero. Grande abraço, Cris Coelho

  4. Obrigada Mariel! Já estava com saudades dos seus comentários 🙂 Bjs

  5. Agora quem se emocionou fui eu!!! Gratidão sempre… Muitos, muitos beijos para a sua mãe, e que ela os receba do alto da sua luz. Bjs Cris Coelho

  6. oi, Cris. muito obrigado. fico muito sensibilizado. minha mãe partiu para o infinito há 14 anos e, com certeza, onde estiver receberá teu beijo com um sorriso. o meu abraço e todo o carinho para a sua mãe, que criou uma pessoa sensível, criativa, inteligente e talentosa como você. o meu abraço sempre carinhoso.

  7. Obrigada meu amigo! Um beijo especial para a sua mãe, que ajudou a construir a sua fortaleza… bjs Cris Coelho

Comments are closed.