O Tempo

O tempo passa implacável por nós. Ele nos devora com a mesma intensidade em que nos inebria, que nos ilude. Pensamos ser senhores do nosso tempo, mas a verdade é que somos reféns dele, do marcador incostante que determina quando nossos amados sairão de cena e quando os novos brancos começarão a frequentar nossas cabeças.

Para continuar lendo o restante do texto Faça Login ou Cadastre-se.

Cris Coelho

A minha literatura é livre de estereótipos, padrões e convenções. Ela entrega poesia onde há cotidiano. E renova minha fé em mim e no mundo. Cris Coelho, Escritora & Poetisa

4 thoughts on “O Tempo

  1. Que nunca te falte tempo pra escrever

Comments are closed.