Pegadas

“Cuidado onde pisa, menina!” Já dizia a minha Bisa, em uma alusão aos passos que damos na vida… Anos depois me encontro com essa frase, solta dentro da minha memória, e entendo, por fim, a recomendação aflita de quem já viveu muito para saber qual é o melhor momento de parar a “roleta russa” das nossas escolhas.

Para continuar lendo o restante do texto Faça Login ou Cadastre-se.

Cris Coelho

A minha literatura é livre de estereótipos, padrões e convenções. Ela entrega poesia onde há cotidiano. E renova minha fé em mim e no mundo. Cris Coelho, Escritora & Poetisa